Insegurança: mode on


 

Neste momento estou tentando preencher uma tela em branco com palavras que me ajudam a entender... Já iniciei várias vezes assim como já deletei várias vezes. Nada anda fazendo sentido nada anda se encaixando...

Quando eu estou no meio daquele abraço eu me sinto satisfeita, me sinto bem e o meu maior desejo e parar o tempo e ficar naquele momento para sempre. Adoro passar meu tempo o ouvindo, ficar ali conversando, rindo falando bobagens tacando indiretas e mais indiretas e é ai que chegamos ao ponto critico: será que da parte dele são indiretas? Na minha pode ter certeza, são as mais puras indiretas das indiretas. Mesmo assim ele não parece acordar, parece ou... Não. Ele realmente não acordou?

Às vezes tenho vontade de desligar tudo, todas as minhas inseguranças e medos, e acabar fazendo o que eu quero, ou o que eu acho que quero. Assim, tenho vontade de parar de pensar muito e deixar rolar; o que eu posso perder com isso? Ah, mas não e assim que funciona. Existe uma consciência dentro de mim que me segura a fazer loucuras. Então eu só fico ali, querendo, calada e... Esperando.

Não sei se isso é bom ou se é ruim. Muitas vezes ando pensando: o que pode ser de tão ruim? O que eu estou temendo? O que eu estou esperando? Será que é isso mesmo? E se for, estou sendo bobona e perdendo tempo sendo bobona. Peraí, o que eu realmente quero?. Nunca chego a lugar nenhum, ou pelo menos no geral. Sempre termino minha filosofia pensando "Ah! que se dane, se tiver que acontecer vai acontecer e se não acontecer vou superar".

Mas agora que estou preenchendo essa página em branco, os pensamentos que me vem a cabeça são outros que nunca antes tinham vindo: "Será que e por causa e todas essas minhas incertezas que as coisas não acontecem?". Estou começando a crer nisso, pois como posso fazer algo que não sei o que é e nem o que eu quero? Assim fica meio complicado, não é!? Assim, só fica mais complicado do que já esta complicado.

Chego à conclusão persistente: deixa rolar, se tiver que acontecer, acontecerá.

Ana Cristina Rocha

13 comentários:

  1. Adorei o texto. Define um pouco da minha insegurança no amor. Porque ainda é tão complicado? hehe' Bjin.

    ResponderExcluir
  2. Quem ama a fama faz a sua felicidade depender dos outros; quem ama o prazer faz a sua felicidade depender das suas próprias sensações; quem é inteligente faz a sua felicidade, sem depender dos seus próprios atos. E quem ama Livre do jeito simples tem a loucura de gritar sendo-me cara pálida pro que? Homem nenhum te impedirá de viver segundo a razão de tua natureza; nada te acontecerá contra a razão da natureza universal

    ResponderExcluir
  3. Minha querida Ana prazer em conhecer, porque tantas duvidas na sua cabeça, voce não conhece aquele samba que fala: Deixa acontecer naturalmente, eu não quero ver voce chorar....(não sei resto..). mas enfim deixar rolar a festa é isso.

    ResponderExcluir
  4. Com te falei antes adorei o seu poema !!!!!!!!Bjus minha querida...

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito do texto, eu sou muito insegura também! E isso acaba se tornando o maior problema! Mais amei o texto beijão e sucesso!

    http://museugirl.blogspot.com.br/2013/08/look-du-jour-tarde-no-parque.html

    ResponderExcluir
  6. Oi,tudo bem?
    Que texto lindo e muito bem escrito. Realmente temos que ter muita segurança e confiança em nós mesmas.
    Parabéns pelos ótimos conteúdos, amei aqui e já estou seguindo com certeza, venha participar do meu blog também,vou ficar imensamente feliz por sua presença.
    Super beijo,
    Sah Errera
    Blog Sabrina Errera

    ResponderExcluir
  7. Xonada nesse texto,foi você que escreveu?Está super top,e define qualquer pessoa insegura,assim como eu!
    Blog: http://lidyoliveira-makeup.blogspot.com.br/
    Face: https://www.facebook.com/LidyOliveiraMakeUp
    Youtube: http://www.youtube.com/channel/UC_x8U_Z0Lvr_OPCjS41SBoA

    ResponderExcluir
  8. Adoorei seu texto querida!

    Estou seguindo aqui!

    http://pamlepletier.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá!!!, Deus te abençoe,amiga texto ótimo, amei o seu blog sucesso, já estou te seguindo, Aguardando Retribuição.
    Canal Youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Ana Cristina Rocha.'Há'Dorei,
    Segunda umas das, mas, tristes manhas, não dormiu a noite, não tive sonhos. A tristeza é como nós aprendemos a amar. Seu coração não está partindo. Dói porque está ficando maior. E quanto maior ele fica mais amor detém. Quem não tem namorado é alguém que tirou férias não remuneradas de si mesmo. Acorde com gosto de caqui e sorria lírios para quem passe debaixo de sua janela. Ponha intenções de quermesse em seus olhos e beba licor de contos de fada. Ande como se o chão estivesse repleto de sons de flauta e do céu descesse uma névoa de borboletas, cada qual trazendo uma pérola falante a dizer frases sutis e palavras de galanteria. Francisco beijos,
    Passando pra dizer obrigado

    ResponderExcluir
  11. Adorei o texto ><

    Beeijos,
    To seguindo, retribui? *uu*
    girlswithstyles.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Menina é como sempre digo: "Tu é o cara"
    Texto lindo demais!
    Meus parabéns Ana.

    http://luadesangue1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. selinho no meu blog para vc
    www.tijoloportijo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir